O sertão sente as consequências da paralisação dos caminhoneiros







O sertão está sentindo com a paralisação dos caminhoneiros que teve início na segunda-feira (21).

A equipe do Mandacaru News entrevistou nesta tarde de quinta-feira (24) O gerente de Logística Distribuidora Adalto Carvalho (DISTAC), Gilson Niécio.   

Ele nos informou que está com sua frota de caminhões parada na garagem, resultando em atraso nas entregas. “Estamos carregando e faturando, porém, os caminhões estão aguardando a ordem para seguir viagem só após os desbloqueios das vias”.

 

A paralisação também está trazendo consequências na vida dos estudantes. A Faculdade de Integração do Sertão (FIS) emitiu uma nota através das Redes Sociais informando que não haverá aula hoje, quinta-feira (24), e amanhã, sexta-feira (25), devido as manifestações e bloqueios nas estradas por conta da paralisação dos caminhoneiros, que buscam a redução dos preços de combustíveis.

Ao conversarmos com alguns alunos, descobrimos que muitos ônibus que transportam alunos de outra cidade para a FIS estão com pouco combustíveis, que só da para fazer uma viagem.














Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*